quarta-feira, 26 de julho de 2017

A gente sempre encontra

Não adianta se esconder.
A gente sempre acha essas pérolas da IVI.

O jornalista Julio César Santos chamado o Inter de GLORIOSO antes do sorteio dos adversários no mundial.

Aquele mundial do Mazembe. Lembram?

Ah, esse foi o mesmo jornalista que perguntou ao Barrios se ele conhecia o Brenner.

terça-feira, 25 de julho de 2017

Que planejamento

16 rodada do primeiro turno.
Jogo contra o OESTE.

E já tem gente jogando sal grosso no Beira-Rio.

Isso sim é planejamento.
É gestão.
É futebol europeu.

Dedo na ferida

E no Up-Mampituba o bicho tá pegando com o Inter.

Levantamento mostra que o clube é o que mais gastou, entre os grandes que caíram. E o que tem pior aproveitamento.


Inter tem uma folha de R$125 milhões e tem 50% de aproveitamento.
Na mesma rodada, em 2016, Vasco tinha uma folha de R$67 milhões e aproveitamento de 67%.

A Imprensa Up-Mampituba está colocando o dedo na ferida.

Notícia Up-Mampituba

segunda-feira, 24 de julho de 2017

Assuntos que sumiram

Tem alguns assuntos que sumiram no RS. 
Ninguém mais fala.

Um deles é "O Inter é um time de A que transita na B".
Nunca mais falaram.
Outro assunto que sumiu: "O Inter precisa vencer bem a série B para mostrar FORÇA",
Depois essa frase mudou para só "O Inter precisa vencer a série B para mostrar força".
Sumiram as duas frases.
Ninguém mais ouviu falar de "O Inter vai ganhar a série B com 6 rodadas de antecedência".
Sumiu.

Logo vamos ouvir: "O lado positivo do Inter ficar mais um ano na série B".


Mudou a regra?

Durante a semana, a IVI cravou: A NOVA REGULAMENTAÇÃO DA FIFA MUDOU A REGRA DO IMPEDIMENTO.

Discurso criado após a vergonhosa partida Inter x Luverdense.

Ontem ocorreu o MESMO lance na partida Fluminense x Corinthians.

E o juiz marcou o impedimento.

Engraçado que os comentaristas de arbitragem sumiram das redes sociais.
Queria ver eles explicando isso.
Vai que a regra mudou na semana passada e não nos avisaram.



IVI em pânico

Desde o começo dessa MARAVILHOSA série B, este Blog cravou:

São necessárias 20 vitórias para subir sem deixar para NOSSA SENHORA DA ÚLTIMA RODADA.
Já teve time que não subiu com 20 vitórias.
Em média... 18, 19 vitórias dá para se salvar, mas aí é no cagaço.
Sem contar que Inter tem Goiás e Guarani nas duas últimas rodadas.

Enquanto eu falava isso, a IVI vinha com o papo de time de A que transita na B.

Agora bateu o pavor.
O Hiltor já está falando nas 20 vitórias.

Inter tem 6 vitórias em 16 jogos.
Faltam 20 rodadas.
Precisa de 14 vitórias.

Tá ficando bem apertado.


domingo, 23 de julho de 2017

Cálculo do Presidente

O Reche publicou que o Inter precisa ainda de 10 vitórias e 6 empates para subir.
Hoje o Inter tem 6 vitórias e 6 empates.
Por este cálculo, o Presidente da IVI acha que o clube sobe com 16 vitórias e 12 e empates.
Ele faz o cálculos dos 60 pontos.
Só duas vezes um time se classificou com menos de 60 pontos.
Figueirense em 2013 com 60 pontos.
E Vitória em 2007 com 59 pontos.

Tá muito otimista esse cálculo do Presidente da IVI.

quinta-feira, 20 de julho de 2017

Texto que eu escrevi que inspirou Paulo Sant'ana

Eu escrevi este post em 2013, sobre um texto que eu mandei para o Sant'ana e ele adaptou na coluna dele.

http://www.blogdodemian.com.br/2013/04/texto-de-2006-que-inspirou-paulo-santana.html


quarta-feira, 19 de julho de 2017

Morreu Paulo Sant'Ana

Foi confirmado há pouco que faleceu o Paulo Sant'Ana.

Notícia Up-Mampituba

Só os comentaristas Down-Mampituba consideram o gol legal.


 

O vídeo está aqui.

Tese de quem????

Tese do... o que ???




Sempre os Erros Humanos

Assistimos ontem a um dos lances mais bizarros da arbitragem em todos os tempos.
Claro, tinha que ser favorável ao Inter.

Para quem não viu, era um lance de ataque e o jogador Potker estava impedido. 
O bandeirinha marcou e o time da Luverdense parou a jogada.
Ao mesmo tempo, Potker também parou e o Joanderson também parou.
Só que o juiz mandou seguir.
Joanderson avançou, chutou para Potker que marcou o gol.
E o time da Luverdense parado e o goleiro com um braço levantado.

Até o Potker reconheceu que estava impedido.



Claro, o Diori achou o lance regular.


Aí começaram a surgir as teses:
- Ah, o lance só é marcado quando o juiz apita.
- Quem marca é o árbitro.
- Potker não participou do lance.

Bom, acho estranho o cara que marca o gol não participar do lance...
E se o árbitro chegou a "mandar o jogo seguir" é por que houve alguma dúvida no momento.

Mas tirando a questão da interpretação da arbitragem, ninguém comenta o Fair Play do lance.
Os dois times pararam, mas só um jogador retomou o lance, Joanderson, e então Potker também voltou a correr.
Eles sabiam que o lance havia sido parado e havia dúvida.
E mesmo assim, se aproveitaram do lance.
O mais correto a fazer, seria devolver a bola para o goleiro se o juiz mandou seguir, para então, ver com a arbitragem o que havia sido marcado.
Foi um lance desleal.
Foi sujo.
Não é lance de clube que dizia que queria moralizar o futebol.

Aqui na aldeia, vários cronistas aplaudiram Rodrigo Caio quando este reconheceu que não sofreu falta do Jô.
Agora estão quietos.
Se calam frente à jogada suja do Inter.

Destaco também que o juiz deu 5 minutos de acréscimo, sendo que não tinha ocorrido nada demais no segundo tempo para justificar tanto tempo.
Faltavam 3 minutos para o jogo acabar quando deu a confusão.
O jogo parou 10 minutos.
Mas daí o árbitro só deu mais 2 minutos de jogo.
É muito Erro Humano para uma partida só.

Mas o grande detalhe é que as duas vitórias do Inter no Beira-Rio tiveram ajuda direta da arbitragem.
E contra Criciúma e Luverdense, o Inter se safou no final.
Outro fato pouco comentado.

terça-feira, 18 de julho de 2017

Três Milhões

E o Blog atingiu hoje a marca de TRÊS MILHÕES DE VISITAS. 
É uma honra ter vocês como fiéis leitores.

Muito Obrigado.

E quem quiser ajudar o blog a crescer, clica ali no lado na DOAÇÃO ou na ASSINATURA para contribuir para o Blog seguir crescendo.

Valeu

Tudo se explicando... e cheirando mal

Eu estava desconfiado.
Escrevi que achava estranho o Caso Aranha estar sendo relembrado 3 anos depois, sendo que o goleiro já tinha vindo umas 3 vezes jogar aqui.
O motivo começa a surgir.

O Profissão Repórter da Globo vai fazer esta matéria:


Profissão Repórter mostra os ataques racistas contra a população negra

Casos de racismo acontecem no transporte público e dentro do mercado.
Muitos racistas se escondem na internet.



O repórter Guilherme Belarmino acompanhou o goleiro Aranha, da Ponte Preta, que no último fim de semana jogou em Porto Alegre contra o Grêmio. Durante o jogo, o goleiro foi vaiado toda a vez que pegava na bola. Há três anos, o Grêmio foi desclassificado da Copa do Brasil depois que a torcida atacou o então goleiro do Santos com ofensas racistas.
Não perca! O Profissão Repórter vai ao ar às quartas, depois do futebol.

Foi tudo armado.
O Goleiro entrar em campo, ficar passando em frente à torcida, sair por último, as entrevistas que ele deu.
Tudo pensado para o programa.
Tudo arranjado.
Que péssimo jornalismo este do Profissão Repórter. 


A Polêmica do Estatuto do Grêmio

Ontem o assunto (ainda) era o caso Aranha.
Um fato de 2014.
Fato que, estranhamente, voltou a ser destaque justamente quando o programa Profissão Repórter veio ao estádio fazer uma matéria sobre o jogador e a relação dele com a torcida do Grêmio.
Ou seja: foi tudo montado.

Só que em um dos programas que se debateu isso, se falou do Estatuto do Grêmio.
O Juremir (sempre ele) veio dizer que o Estatuto do Grêmio proibia negros.
MENTIRA.
A informação foi contestada no programa mas foi lida uma matéria do Correio do Povo falando sobre isso.
Foi lido: O Grêmio mudou a regra e passou a contratar negros, sendo que o presidente Saturnino Vanzelotti foi criticado.

Aí temos que colocar explicar direito.

Eu tenho uma cópia do Estatuto do Grêmio de 1950.
Tesourinha veio para o clube em 1952.
Portanto, o Estatuto que eu tenho seria uma versão anterior à vinda do Tesourinha.
Seria de um Estatuto que que proibira negros no Grêmio, conforme o Juremir.
Mas não tem nada disso no Estatuto.

Tá aqui ele:


Olha o ano: 1950.


Na Seção sobre Os Atletas.
Tem alguma coisa dizendo que não podia jogadores negros?
Não tem.


Das Obrigações dos Sócios: Não fazer manifestações sobre política, raça ou nacionalidade.



O presidente da época: Saturnino Vanzeloti:




Portanto, essa é uma das famosas mentiras que eles repetem até virar verdade.
De que o Estatuto do Grêmio proibia negros.

Eu não vou dizer que este assunto era tranquilo no Grêmio e não havia dirigentes e conselheiros que eram contra a contratação de atletas negros.
Com certeza deveria ter.
O Grêmio utilizava jogadores negros desde 1912. Isso não era problema, mas deveria ter gente que questionasse.
Mas no Grêmio nunca um jogador teve que passar pó de arroz no rosto para jogar, como ocorreu no Fluminense, por exemplo.


O que Saturnino Vanzelotti fez foi decretar que esse assunto não seria mais discutido por quem quer que fosse no Grêmio.
O "mudar a regra" é mudar a atitude.
O jogador era bom? Contrata. Sem que ninguém levantasse qualquer questionamento racial.
E mais, acho que também Saturnino Vanzelotti fez isso de forma POLÍTICA, pois há muitos anos o Inter trabalhava fazendo marketing de que era formado por jogadores negros e o Grêmio era o time de elite. 
O Presidente Vanzelotti, muito inteligente, fez isso também para acabar com essa besteira que os colorados usavam desde a época do Rolo Compressor.

 


Matéria sobre o Primeiro Grenal

18/07/1909 
Data do Primeiro Grenal.
Aquele dos 10 x 0.

Ah, e o Grêmio teve um gol anulado ainda!

Achei na internet um jornal da Época, o jornal A Federação, que fez o acompanhamento da partida.

Assim a imprensa tratou do primeiro Grenal:

Jornal A Federação de 17/07/1909:





Jornal A Federação de 18/07/1909:


Jornal A Federação de 19/07/1909: 






segunda-feira, 17 de julho de 2017

Vamos aguardar

Quando o Inter vendeu Leandro Damião, Guerrinha revelou que o jogador tinha problemas no vestiário.
Era ruim de vestiário, disse o cronista das bochechas vermelhas.
Assunto que só foi revelado quando o jogador saiu daqui.
Agora se especula a volta dele.
Você não verá uma linha sobre esse problema de vestiário.
Nada.
Ninguém vai perguntar.
Guerrinha vai ficar quieto.
Capaz de ficar uns dias afastado de as redes sociais fizerem pressão para ele falar sobre isso.

Típico do Presidente Conselheiro

E olha o Presidente Conselheiro atacando de novo.
Ele quer que a Seleção Brasileira faça um treino aberto no Beira-Rio.
Não tem o menor cabimento isso.
Pra que treinar em um local que não será usado para a partida??
Com certeza deve rolar uns camarotes da Federação e do Inter nisso aí.

O Presidente Conselheiro só sabe ajudar o time dele.

Tá na hora de aplicar o art. 31 do estatuto da Federação e tirar esse sujeito.

Queremos Nestor Hein Presidente.

O matemático da IVI ataca

E olha o Tristão aí de novo.
Estava sumido desde as últimas rodadas do Brasileirão 2016.
Ele vem agora dizer que o Grêmio tem 10% de chances de ser campeão e 2% de chance de reverter a vantagem do Corinthians.
Não entendi pois acho que as duas coisas são concomitantes.
Mas os números são esses: 2 e 10%.

Só não sei por que o Tristão não calcula as chances do INTER subir para a série A.

Por que agora?

O Goleiro Aranha já havia jogado outras vezes na Arena após aquele caso de 2014.
Ele voltou à Arena em 2014 mesmo.
Foi vaiado.
O assunto foi notícia naquela época.
Nos outros anos, ninguém mais deu bola para esse assunto.
Mas, estranhamente, neste ano o assunto voltou.
Até parece que ele nunca mais tinha jogado contra o Grêmio.
Por que será que esse assunto voltou este ano?
Por que agora?
Por que na mesma semana em que teve o caso do Victor Cuesta?
E a quem interessa uma punição ao Grêmio?
Vamos lembrar que o Grêmio disputa com Flamengo e Corinthians e título brasileiro.
A quem interesse essa polêmica?



domingo, 16 de julho de 2017

Tá feia a coisa

Quando o Behs fala em "calvário da Segunda Divisão" é por que a coisa tá feia.

Avisem ao Pedro Legado

Pedro Legado não deve ter gostado da ZH de domingo.
O jornal mostra que o aclamado Legado da Copa não durou muito.
E não falo das obras que ainda estão atrasadas, 3 anos depois da Copa.
O Legado turístico e no comércio  também não se confirmou.

Lembrando que Pedro Legado acreditava até no legado do estádio Sessinzão de Cidreira. O defendia com unhas e dentes no programa do Mendelski.

Quem acredita no Sessimzão acredita em tudo.

sábado, 15 de julho de 2017

Há 2 anos

Há exatos dois anos, neste mesmo dia, o Inter vencia o Tigres por 2 X 1 no Beira-Rio.
Era favorito a chegar na final da Libertadores.
Aí o inesquecível Geferson meteu um gol contra no Alisson.
E depois Gignac matou eles.
Gignac que o Zini chamava de comedor de Big Mac.

Há dois anos.
Hoje eles chafurdam no lamaçal do Inferno da Segundona.

Gracias eternas, Tigres.

Imperdível

Será que vão ensinar a fazer algoritmos ?

E vão surgindo os podres

E vão surgindo os podres deles.
Agora a revelação é do jogador Tales, contando por que foi barrado no Inter por interesse de Fernando Carvalho.

sexta-feira, 14 de julho de 2017

Voa, Noveletto

O dono da Multisom e Coronel da FGF teve o seu helicóptero e valores que ele tem para receber da empresa, penhorados pela Justiça Federal por uma dívida de R$790 mil.

aqui.

É...

Essa palestra vai ser boa

E olha só.
Vai ter uma palestra sobre tática do time do Inter.
Que espetáculo.
Acho que o Guardiola não vai perder essa.

Se tiver um estudo sobre o Inter de 2016 vai ser imperdível!!

quinta-feira, 13 de julho de 2017

Tudo bem, Zini?

E o pé frio do Zini ataca de novo.
Ontem ele disse que Leandro Damião era carrasco do Grêmio.
Se deu mal.
Vitória do Grêmio.
Primeira derrota do Flamengo no seu estádio.

Deu mal, hein Zini?

quarta-feira, 12 de julho de 2017

terça-feira, 11 de julho de 2017

Racismo Vermelho

Quero ver a repercussão. 

Quero ver o que vão dizer aqueles que pediram punição exemplar ao Grêmio no Caso Aranha. 

E vou aguardar a atitude do STJD.

Chega de racismo.

IVI sendo IVI

Quando incendiaram um ônibus perto do Beira-Rio a manchete era: "ônibus incendiado na zona sul".

Mas quando algo acontece no Humaitá a manchete precisa referir a Arena do Grêmio.

segunda-feira, 10 de julho de 2017

Grêmio no Brasileiro

Eu acho muito difícil o Grêmio alcançar o título brasileiro.
Se antes a campanha absurda do Corinthians já era um problema, agora o Grêmio consegue se atrapalhar.

Perdemos para Sport e Avai, pontos que não poderiam ser perdidos.
Além de outras duas derrotas: contra Corinthians e Palmeiras.

Acho que o Grêmio pode ficar no G4, mas para título precisaríamos de um tropeço épico do Corinthians.

Agora temos que focar tudo na Copa do Brasil e Libertadores.
E não podemos repetir os erros de ontem. 
Renato mexeu mal no time, desestabilizou o meio de campo e entregou o jogo.
Tem que recuperar isso.

E devemos começar a treinar pênaltis, até por que podemos decidir uma vaga nas cobranças diretas e seria péssimo ir para uma decisão com os jogadores inseguros nas cobranças.


Crise?


Grêmio é terceiro na Série A.
Está na zona de Classificação da Libertadores.
Está virtualmente classificado para a próxima fase da Copa do Brasil e da Libertadores.

Inter é sexto na Série B.
É um dos piores mandantes.
Está FORA da zona de classificação para a SÉRIE A.

E querem botar a crise no Grêmio.

É dose.