domingo, 13 de agosto de 2017

Entrevista do Koff

Saiu hoje uma longa entrevista do Fábio Koff no Correio do Povo.
Entrevista no melhor estilo IVI.
Mostrou um Koff admirado pelo time do Inter de 1975/1976 e detonando a Arena.
Nenhuma pergunta sobre Koff ter dito antes da eleição que tinha comprado a Arena.

Aqui uma pausa.
Antes que alguém levante o dedo, quero esclarecer que não íntegro mais nenhum grupo político do Grêmio.
Já integrei.
Sai depois da eleição de 2016.
Então, não venham dizer que meus comentários são motivos por política.
Meus comentários são de um sócio do Grêmio.

Eu adoro a Arena.
Que baita estádio.
Estádio que já tem um título nacional do Grêmio em sua história.
Hoje estaríamos desesperados se continuassemos no velho Olímpico e os outros clubes (incluindo nosso rival) tivessem um estádio novo ou reformado.
Ficaríamos para trás.

Nem reformar o Olímpico eu acho que era viável.
Mas não sou engenheiro.
Sou torcedor.
E gosto da Arena.
Vejo muitas vantagens nela.
O contato tem problemas?
Tem.
Poderia ser melhor?
Poderia.
O Grêmio tem muita gente competente que poderia resolver isso.

Não vou aceitar aquilo que fizeram.
Afirmaram para o torcedor que tinham finalizado a compra do estádio.
Não fizeram.
Enganaram o sócio.
Me fizeram que trouxa.
E isso eu não admito.

Por fim, Koff deveria saber que não era o momento de dar uma entrevista dessas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário